Onboarding Remoto: qual a importância de aplicar um processo de integração?

por New Flight Gestão de Pessoas

24/11/2020

O processo de integração desempenha um papel crítico no sucesso e no engajamento de um novo contratado. E uma boa integração é especialmente importante para funcionários remotos, pois eles não têm tantas oportunidades de se envolver organicamente nos processos e na cultura da empresa.

Um estudo publicado na Academy of Management Journal descobriu que os primeiros 90 dias de trabalho são um período crucial para os funcionários criarem relacionamento com uma empresa, sua equipe e seus colegas de trabalho.

Quando as metas e os valores de uma empresa são compartilhados com os funcionários enquanto, simultaneamente, lhes é mostrado como fazer seu trabalho, todos saem beneficiados. Também é importante ressaltar a diferença entre onboarding e orientação.

Essencialmente, a orientação é um evento único com o objetivo de acolher um grupo de novos funcionários em uma empresa e, muitas vezes, criar um espaço para que eles aprendam sobre a visão, missão, cultura e história da empresa. Algumas vezes, a orientação também inclui uma seção em que os novos profissionais preenchem a documentação obrigatória, aprendem sobre os benefícios da empresa e revisam códigos de conduta e políticas de segurança.

o onboarding é uma série de eventos que acontecem por período maior de tempo, e geralmente é adaptada para cada função específica. Esse período pode durar de duas semanas a mais de três meses, dependendo da complexidade da função do novo contratado, das especificações da empresa e de muitos outros fatores.

A integração pode, inclusive, incluir a orientação, mas não se limita a ela. Todas essas atividades podem ser adaptadas para o onboarding remoto utilizando uma estrutura que ajude o novo contratado a se sentir realmente parte da empresa e, assim, melhorar a retenção de funcionários.

 

Quais os fundamentos do onboarding remoto?

Para ser realmente aproveitado, o onboarding remoto precisa ser bem estruturado, definindo cada etapa do processo a fim de não deixar nem o novo contratado, nem o profissional que acompanha a integração perdidos sob uma avalanche de informações. Além disso, é necessário identificar os melhores canais para manter a comunicação à distância, sempre certificando que eles funcionem corretamente.

Outro desafio que precisa ser solucionado é construção de uma conexão emocional entre o novo contratado e sua equipe, mesmo com esses não estando no mesmo espaço. Assim, criar uma estrutura para incentivar momentos informais também deve ser uma prioridade da integração.

 

Em geral, podemos listar como fundamentos do onboarding remoto três dimensões principais:

• Organização;

• Técnica;

• Social.

Ao usar essa abordagem integrada, as empresas permitem que seus funcionários se envolvam profundamente com o empreendimento e tenham engajamento mesmo que inicialmente, prosperado em suas funções.

 

 Além disso, o onboarding remoto deve ser planejado levando em consideração três momentos:

• Antes do profissional começar a trabalhar (pré onboarding e orientação);

• Durante seus primeiros dia na empresa (assistência);

• Posteriormente aos primeiros dias (suporte).

 

Ficou alguma dúvida? Fale conosco e saiba mais !

Tags: Inovação, Mercado de Trabalho, Negócios, Trabalho

Categoria: Gestão de Pessoas

Deseja realizar um orçamento ou tirar alguma dúvida sobre nossos serviços? Preencha seus dados abaixo que entraremos em contato o mais breve possível!

Preencha o campo nome. Preencha o campo whatsapp.
Preencha o campo e-mail.